Esta região montanhosa, quase na fronteira com Minas Gerais, fica a 200km da cidade de São Paulo, e a produção de vinhos no local é muito recente (depois dos anos 2000). Durante muito tempo, essa terra foi destinada ao plantio do café, porém, devido a alguns fatores, notou-se que o local era propício à viticultura. Podemos destacar alguns deles, como o solo seco e granítico, a alta insolação da região, a altitude elevada (entre 1000m e 1300m) e a amplitude térmica, que fica entre 10 e 12ºC. Uma vinícola que está trazendo fama para a região e ganhando os críticos em concursos pelo mundo é a Guaspari, que investiu no local e está descobrindo o poder deste terroir paulistano.

Uvas mais cultivadas na região:

Solos: graníticos

Estilos de vinhos elaborados: tintos e brancos