No Nordeste do Rio Grande do Sul, com aproximadamente 900 metros de altitude, foi descoberto um local que possui características propícias para o cultivo de vinho, conhecido como Campos de Cima da Serra. As estações bem demarcadas, com invernos muito frios e verões secos, de noites amenas, unindo-se ao solo calcário-argiloso, com grande capacidade de drenagem de água de chuvas, e ventos frequentes, que auxiliam a secar as videiras, formam um cenário ideal. Os vinhos de Campos de Cima da Serra possuem caráter aromático e fresco, uma vez que o clima frio da região faz com que as uvas demorem mais a amadurecer, possuindo maior concentração de açúcar e acidez.

Uvas mais cultivadas na região

Solos: calcário e argiloso.

Estilos de vinhos: brancos e espumantes são a vocação do local, que também elabora tintos.